liturgia diaria santo do dia
Diocese Redentoristas
Facebook CNBB  
Radio Educadora
padres 01 padres 09
padres 01 diacono
padres 09 padrejcc

Artigos escritos pelo Pe. Claudio C.Ss.R.

ritosNa folha solta (o nada)

Deito em penas

Parcas nuvens de tintas

Vocábulos a formar.

Vou selando com o mundo

Modos fraternos

Leia mais...

ProcuraMuitos te buscam Senhor

Muitos te encontram

Muitos debatem com o tempo,

Com a dor da procura oculta,

Com a própria fraqueza de não poder enxergar além.

 

 

Leia mais...

luaGosto de contemplar a lua.

Sinto em seu brilho a busca maior.

Nela as vezes me encontro.

Astronauta de pés no chão.

E na sua evidência sensível, ouço a viva voz: o pensamento se pauta na vida.

Creio que tudo para me dizer, que ela não é apenas dos apaixonados.

Leia mais...

 

AnjoQuando adormeço

Na brisa macia da noite

Com toques leves e solenes

um anjo bom vem vigiar ao meu lado.

Acalentando o sono sereno

Proclamando a certeza do mistério

Que envolve o ato de doar-se constantemente.

Navego por sonhos desconhecidos

Acompanhado do seu olhar,

Sorriso, mansidão afável.

Guarda sempre meu tesouro

Não pergunta, não se aflige.

Apenas vela por mim.

Espera quieto emitindo o som de cítara.

Embalando num vai e vem

O silêncio, fulgurante,

Atuante a todo instante.

Quando se aproxima a aurora

Iluminada por sua aura,

Acolhe os alaridos dos pássaros.

Num movimento de despertar,

Vai dando espaço ao milagre de renascer.

Principia novo viver.

Num gesto ensaiado

De força e paixão,

Abro as pálpebras ao encontro da luz.

De mansinho o anjo bom faz morado no meu coração.

Pe. José Claudio, CSsR.

tolerancia-tO ser humano pode ser definido como um ser religioso. Em todas as civilizações e povos encontramos sinais de ritos e busca de viver e traduzir o sagrado. É a nossa essência se assim podemos dizer. O transcendente e o imanente caminham juntos. A beleza de ser gente é que estamos sempre em construção, buscando uma luz.

 

É nesta busca que situa nossa grandeza e também nossa fraqueza. Grandeza porque temos consciência de que não somos infinitos e isto gera sempre um desconforto "curado" apenas pelo  olhar da gratuidade e solidariedade. Fraqueza porque nesta busca podemos cair na ignorância e no radicalismo.

Leia mais...

NtalÉ noite,

Tudo está diferente.

Pessoas passam apressadas

Umas com embrulhos, outras de mãos vazias.

Se não fosse essa sensação

Eu diria, que é uma noite igual as outras.

Mas não é.

Leia mais...

tempo comumIniciamos o tempo comum da nossa fé. Com a celebração do batismo de Jesus a liturgia da Igreja encerrou o ciclo natalino, e agora com a predominância da cor verde nos paramentos somos convidados a viver um novo tempo. O verde da esperança nos convoca a perceber que a cada dia o Deus da vida nos abençoa. É preciso sempre esperança, é preciso dar razões da nossa esperança e nossa fé, como afirma Pedro em uma de suas cartas (1 Pd 3, 15).

Leia mais...

Solidão

 

Luta de bravos

Anjos e demônios.

Vaso estreito,

Rio espiritual.

Voz de meus deuses.

Vence aquele a quem sou fiel.

Impulso vital

Solidão, meu ser!

 

Pe. José Claudio, CSsR.

 

Solidão Poema