liturgia diaria santo do dia
Diocese Redentoristas
Facebook CNBB  
Radio Educadora
padres 01 padres 09
padres 01 diacono
padres 09 padrejcc

020020020020catedralA arquidiocese de Brasília (DF) sediou o 18º Encontro da Infância e Adolescência Missionária (IAM) do Regional Centro-Oeste da CNBB. Participaram 422 crianças, adolescentes, jovens e assessores de sete arquidioceses do Regional: Brasília, Goiânia (GO), Uruaçu (GO), Luziânia (GO), Formosa (GO), Jataí (GO) e Anápolis (GO).

Os participantes do Encontro, realizado de 7 a 9 de outubro, foram acolhidos nas casas dos paroquianos da paróquia Nossa Senhora do Lago, no Lago Norte, em Brasília, divididos em quatro comunidades: matriz Nossa Senhora do Lago, capela Frei Galvão, capela Nossa Senhora Mãe dos Migrantes e capela Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Para Oziene, coordenadora da comunidade dos Olhos d’Água, receber os missionários foi uma experiência inesquecível. “Foi uma experiência maravilhosa, onde pudemos conhecer mais sobre a Obra da IAM e acolher esses pequenos missionários”.

O Encontro teve início com a Celebração Eucarística presidida por dom Valdir Mamede, bispo auxiliar de Brasília e referencial da dimensão missionária na arquidiocese. Em seguida, cada diocese fez apresentação de um painel temático sobre a situação das crianças do continente europeu, entrando em sintonia com a 4º Jornada Nacional da IAM, celebrada em maio deste ano. O dia terminou com uma caminhada e a reza do Terço Missionário pelas ruas da comunidade do Varjão.

O segundo dia de atividades teve início com uma conversa com o secretário nacional da IAM, padre André Luiz de Negreiros. O sacerdote abordou o tema do Encontro: “Pequenos missionários anunciadores da misericórdia” e o lema: “IAM do Centro-Oeste glorifica o Senhor em suas misericórdias (Eclo 17,27)”.

Na parte da tarde, as crianças participaram da tradicional gincana missionária, conduzida pelos jovens da Juventude Missionária (JM) da arquidiocese de Brasília, com provas de perguntas e respostas, quebra-cabeça e músicas, todas alusivas a temas da história e do carisma da IAM. Enquanto as crianças estavam na gincana, os assessores de todas as dioceses participaram de um momento formativo com o padre André, sobre o tema: “Luzes para IAM na escola católica”.

Os pequenos missionários também participaram da adoração ao Santíssimo Sacramento, momento de silêncio e contemplação, onde pediram por todas as crianças do mundo.

Durante o Encontro, dois padres missionários que estão fazendo o Curso de Iniciação à Missão no Brasil, no Centro Cultural Missionário, ajudaram atendendo confissões, onde receberam o sacramento da penitência cerca de 90 crianças e adolescentes.

Na noite cultural cada diocese apresentou uma música ou teatro sobre a cultura dos países da Europa. As famílias acolhedoras também participaram desse momento de inculturação e partilha.

O casal José e Fátima, uma das famílias acolhedoras, exaltou essa experiência. “Ficamos muito felizes em receber esses pequenos missionários em nossa casa. Foi muita alegria para todos nós. Eles conversaram sobre sua família, sua cidade e explicaram o que é a IAM. Antes de se despedirem rezaram e agradeceram esses dias conosco. Isso foi muito lindo, e sempre antes das refeições faziam orações, nos ensinaram como é bom rezar e agradecer a Deus pelos alimentos e pedir por todas as crianças que não têm o que comer”.

No último dia do Encontro as crianças e adolescentes passaram pela Porta Santa na Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida e participaram da missa de envio, celebrada pelo padre Inocêncio Xavier, da diocese de Uruaçu. Após a missa houve um momento de turismo pela Esplanada dos Ministérios, onde muitas crianças puderam conhecer monumentos e prédios públicos, como o Congresso Nacional, Palácio do Planalto, Praça dos Três Poderes e Ministérios.

Carlos Eduardo, de 11 anos, da IAM da arquidiocese de Brasília, elogiou o Encontro. “O Encontro foi muito legal, conheci pessoas novas de outras dioceses, gostei das apresentações. O melhor é que pude me confessar, adorar a Jesus, ir à missa e passar pela Porta Santa para receber a indulgência plenária”.

O Encontro terminou com avaliação e a formalização do compromisso missionário, onde cada diocese escolheu uma das Obras de misericórdia para ser concretizada até o final de 2016 em suas comunidades.

Michael Douglas, da equipe de coordenação do Encontro, enalteceu a participação das crianças. “Durante esses dias a IAM do Centro-Oeste verdadeiramente glorificou o Senhor em suas misericórdias. As crianças foram lindas e sentiram o que é a misericórdia de Deus, vivenciaram e agora podem anunciar para todos ao seu redor essa infinita misericórdia de Deus”.

Com informações da IAM, arquidiocese de Brasília (DF)

 

FONTE: http://www.pom.org.br